O que não pode faltar no estojo
de primeiros socorros

Existem diversos medicamentos básicos que podem ser conveniente tê-los na farmacinha de casa junto com o material de primeiros socorros, já que é o que se utiliza com maior frequência. Ao guardar estes produtos, é importante mantê-los fora do alcance das crianças, em lugar fresco e seco, e revisar periodicamente sua data de vencimento.

Quais medicamentos convêm ter a mão?

Para combater a febre e a dor: Paracetamol, ibuprofeno e aspirina (ácido acetilsalicílico), que aliviam a dor, abaixam a temperatura e, no caso de ibuprofeno e a aspirina, também são anti-inflamatórios. Tem que levar em conta que a aspirina pode gerar, com maior ou menor frequência, irritação sobre a mucosa gástrica, que pode ser expresso como acidez, queimação ou ardor estomacal.

Para doenças gástricas: Antiácidos (combinação de sais antiácidos), que aliviam a sensação de acidez. Também pode usar omeprazol, pantoprazol e ranitidina, embora estes em alguns países devam ser receitados pelo médico.

Para a diarreia: Se bem a primeira recomendação para melhorar este mal estar é adequar a dieta, os recolonizadores intestinais (lactobacilos) também são úteis. Dentro dos medicamentos sem prescrição, podem-se encontrar os que contem carvão ativado ou loperamida, embora em alguns países a loperamida deva ser receitada pelo médico.

Para a tosse e expectoração: Os expectorantes e fluidificantes como a bromexina e o ambroxol melhoram os sintomas respiratórios. Os antitússivos (dextrometorfano) são úteis quando a tosse é sem expectoração (tosse não produtiva), mas em alguns países pode requerer receita médica.

Para a dor articular: São efetivos os anti-inflamatórios como o diclofenaco, ibuprofeno, cetoprofeno, naproxeno e a aspirina. Alguns deles são vendidos em forma de creme ou gel, já que por essa via tem menor efeito irritante sobre a mucosa estomacal.

Para as reações alérgicas: Os anti-histamínicos são bons aliados nos casos de alergias. Alguns (como os que contem difenidramina) podem provocar sono, por isso não se deve dirigir nem trabalhar com máquinas estando sob seu afeito. Outros, como a loratadina, não costumam apresentar este efeito. De acordo com o país, pode ser que devam ser adquiridos com receita médica.

Para picadas de insetos: Para estes casos, existem cremes ou pomadas que contêm substâncias antialérgicas.

Para as queimaduras: As pomadas antissépticas e cicatrizantes são indispensáveis para um primeiro tratamento contra as queimaduras. Se a lesão não sarar, é importante consultar um médico.

Para limpar e curar feridas: São necessárias a água oxigenada, as soluções desinfetantes (como a iodopovidona), os curativos e as gases, entre outros elementos. Também pode ser de muita ajuda ter na farmacinha bandagens, gases esterilizadas, fita de tecido, esparadrapo, algodão, tesouras, pinças, toalhas limpadoras, fita hipoalergênica e luvas descartáveis.